Avaliação do novo Ford Ka

The 2015 Ka hatch for Brazilian markets.Recentemente tive a oportunidade de avaliar por uma semana o novo Ford Ka. Esta oportunidade foi um dos prêmios que recebi por ter ficado em segundo lugar na Hackathon da Ford realizada durante a Campus Party 2015, como já relatei neste post.

Figura2_ka4

Eu não produzi nenhum vídeo sobre o uso do carro, mas para quem ficou curioso recomendo assistir ao pequeno review que os colegas da RedeGeek fizeram sobre o carro indicado abaixo.


Do ponto de vista do veículo, posso destacar alguns aspectos.

A direção hidráulica é boa e leve, permitindo a realização de curvas suaves e manobras sem esforço.  Quando realizei testes no veículo pensei que ele tinha direção hidráulica, mas na verdade ele possui direção elétrica. De qualquer maneira, o volante é fácil de manusear e não requer muito esforço.

As portas possuem uma boa abertura com maçanetas grandes e de fácil manuseio.

O painel é claro e com boa iluminação. Sistemas eletrônicos (rádio, CD, integração painel-veículo, hora, tempo e conexões auxiliar e bluetooth) intuitivos e de fácil operação. Contudo, notei que existem muitos botões no computador de bordo. Apesar de serem práticos, creio que este aspectos de “árvore de natal” pode ser um pouco intimidador para quem não possui tanta experiência com interfaces lotadas de botões.

A conexão celular-veículo é automática e boa, mas a utilização do sistema de som por meio de bluetooth não foi localizada. Ainda que seja possível ouvir músicas pelo celular no sistema de som do veículo, a conexão não é de fácil acesso (se é que existe).

O sistema de ligação da lanterna e farol (baixo e alto) no painel lembra os modelos antigos, e não agradou. Preferível a ligação das luzes na alavanca de seta.

A ausência de iluminação interna no banco traseiro faz falta, bem como a colocação da iluminação interna dos bancos da frente distante dos passageiros de trás, pois os bancos traseiros permanecem na sombra mesmo com a luz acesa.

A abertura do porta malas por meio de dois toques na chave é eficiente, mas o fechamento deve ser feito com força, caso contrário a tampa permanece aberta e o sensor no painel permanece aceso. Quanto ao sensor de porta aberta, a luz do painel não indica qual a porta, dificultando o fechamento.

O veículo é confortável, os bancos são espaçosos, há porta-copos em grande quantidade evitando sujeira. Os comandos de abertura das janelas e travamento das portas é grande e visível.

O carro é alto e os bancos elevados facilitam a visão, fato complementado pela excelente visibilidade do para-brisas.

O motor é silencioso e potente comparado com um carro da mesma categoria.

A mudança de marcha apresenta dificuldade pela proximidade dos engates.

Em geral posso dizer que os aspectos “físicos” do veículo são muito bons, porém existem alguns detalhes que podem ser melhorados.

Novo-Ka-Ford-5Como sou desenvolvedor vou falar um pouco do processo para desenvolver aplicações mobile que se integram com o sistema de computador de bordo do carro. O sistema utilizado pela Ford é o Sync que, infelizmente, vai contra as iniciativas de unificação promovidas pelo Android Auto.

Do ponto de vista prático, eu me concentrei no desenvolvimento para a plataforma Android, apensar de também ter experiência com desenvolvimento na plataforma iOS há algum tempo.

Existe um portal para desenvolvedores mantido pela Ford, porém ele ajuda até certo ponto. Como já descrevi em um outro post ainda há muito o que fazer em termos de documentação, fomento à comunidade e recursos para tornar a tecnologia mais acessível para os desenvolvedores.

Um ponto que gostaria de destacar foi a dificuldade para obter certos dados do veículo. Assim como o que aconteceu na Campus Party, não consegui obter dados de velocidade, nível de combustível e o outros pelo sistema. Aparentemente é necessário uma autorização especial da Ford para obter tais dados, algo que não consegui obter. Neste caso em participar recebi uma mensagem de erro do tipo “access denied” ao chamar certos métodos e simplesmente tive uma exceção lançada sem maiores detalhes. Acredito que este tipo de barreira para desenvolvimento deve ser endereçada pela equipe técnica para que novas aplicações possa ser desenvolvidas.

No geral posso dizer que foi uma ótima experiência passar um tempo mais de perto com o carro e com o sistema de computador de bordo que se comunica via bluetooth. Fora alguns pontos que precisam ser revistos, a abordagem é interesse e eu realmente gostaria de ver esta tecnologia sendo adotada por mais pessoas e se popularizando.



Esta entrada foi publicada em Programação, Uncategorized e marcada com a tag , , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Uma resposta a Avaliação do novo Ford Ka

  1. A conexão do sistema Sync é simples e intuitiva. Para ouvir músicas do celular pelo bluetooth, basta clicar na tecla “aux” que fica no painel do som. Super simples. Talvez você tenha esquecido de apertar esta tecla ou então bastava der dado uma breve lida no manual do proprietário. Outro detalhe: a direção do Novo KA não é hidráulica e sim elétrica… sei que o autor do post não é engenheiro mecânico, mas a partir do momento que se propôs a falar do produto, deveria ter estudado um pouco mais para se colocar com propriedade e não postar besteira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *