Formatos de palestras

Após participar da Campus Party 2013 e assistir algumas palestras interessantes pensei em escrever um post falando sobre diferentes formatos de palestras. Durante a minha vida como profissional e como estudante já assisti muitas palestras abordando diferentes tipos de conteúdo e apresentadas nos mais variados formatos. Bem, aqui vou apresentar algumas sugestões de formatos que fogem do padrão Powerpoint onde o palestrante apresenta seu conteúdo da maneira tradicional. Destaco que nem sempre um formato diferenciado pode ser adequado e sugiro a cada palestrante sempre gastar um bom tento tentando adequar seu conteúdo ao evento (ensaios são fortemente recomendados) e procurar algum tipo de inovação no formato da apresentação.

Timeline do Facebook e narração

Na Campus Party 2013 tive a oportunidade de assistir à palestra do Gustavo Guanabara chamada “50 Dicas para acabar com sua Vida/Carreira/Empresa nas Mídias Sociais” que teve um formato curioso: além de se basear nos tradicionais slides ele utilizou a timeline do Facebook para se apresentar e pontuou os tópicos da apresentação com narrações do Guilherme Briggs. Muito interessante e dinâmico, este formato realmente agradou aos presentes.

Troca de slides automática (Ignite Talks)

O formato das palestras do tipo Ignite Talks é que a apresentação tem um tempo de duração rígido e os slides são trocados automaticamente depois de um tempo pré-definido. Esta prática faz com que o apresentador saiba controlar sua apresentação e evita que ele seja prolixo e fuja dos conceitos principais.

História em quadrinhos

Outro formato interessante para palestras é o uso de história em quadrinhos. Como este formato é muito conhecido ele pode ajudar a explorar o conteúdo de uma maneira diferente focando principalmente nas atividades e no diálogo de personagens que ajudam a transmitir o que o palestrante quer dizer. Destaco a palestra do Luli Radfahrer chamada “Para que serve uma monocolitedônea” apresentada abaixo.

Lightning talks e Madness

Seguindo a linha da limitação de tempo, alguns eventos técnicos reservam espaço para palestras curtas apresentadas pelos participantes. Geralmente o tempo de duração varia entre 5 e 10 minutos e  o objetivo é apresentar uma ideia, projeto ou expor um ponto a ser analisado. De forma semelhante, as seções de madness (loucura) em conferências acadêmicas (ACM CHI, UIST, ACM CSCW e outras) permite que algum participante exponha em menos de um minuto algo no palco enquanto um vídeo produzido por ele é passado no fundo.

Mapas conceituais

Outra maneira diferente de apresentar o conteúdo de uma palestra é utilizar mapas conceituais como na palestra sobre inovação na internet brasileira apresentada pelo Luli Radfahrer no evento Meio Bit Expo. O interessante é que neste formato é possível visualizar todo o conteúdo e como os tópicos da palestra são relacionados.

Palestra MeioBit Expo Luli por meiobit no Videolog.tv.

Uso do Prezi  e Boom Amazing

Atualmente existem alguns softwares para a criação de apresentações que utilizam conceitos de transição de slides e de zoom de forma diferente do tradicional Powerpoint. Um destes softwares é o Prezi¸mas há outros como o projeto de código livre Boom Amazing e outros. Vale a pena compreender como estes softwares funcionam para montar transições, magnificações e reduções que podem ressaltar o conteúdo da palestra.

http://www.youtube.com/watch?v=pxhqD0hNx4Q

Fantoches, desenhos e pedaços de papel

O uso de fantoches, desenhos e pedaços de papel vem sendo muito utilizado para algumas apresentações em vídeo especialmente por agências de publicidade que trabalhar com mídias digitais. Apesar de ser uma forma diferente de mostrar o conteúdo, geralmente estes recursos não se adequam muito bem para uma apresentação presencial, pois o palestrante precisa saber dividir a atenção da audiência entre o que ele fala (e sua linguagem corporal) do conteúdo que está sendo projetado. De qualquer maneira, estes recursos são muito interessantes e podem auxiliar muito a compreensão de tópicos complexos quando usados com cautela e parcimônia.



Esta entrada foi publicada em Apresentação e marcada com a tag , , , , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *